Archive for novembro 9th, 2014

novembro 9, 2014

Amigos, amigos, eleições [da Afresp] à parte

teo.seminariog3Teo Franco

Nestas eleições Afresp, fomos brindados com duas candidaturas de grandes personas, colegas que chamaram para si a responsabilidade de servir a classe à frente da nossa Associação. Depois de um mês de campanha eleitoral, fiz minha opção, levando em conta as propostas e a percepção dos quesitos: visão, competência e motivação.

Comparando a um time de futebol, o capitão da equipe deve ser aquele que inspira e motiva os demais. Precisa ser o líder que aglutina e agrega os talentos em torno do esquema tático, para fazer uma boa partida.

Para o bom desempenho de uma organização de classe, como a Afresp, é essencial a visão de trabalho de equipe. Por esta razão, a característica principal que definiu minha escolha foi o perfil conciliador do candidato a ‘capitão do time’ Rodrigo Spada, requisito obrigatório de um líder eficaz. Independente de amizades e reconhecimentos pessoais, devemos focar no propósito da eleição e ‘convocar’ os melhores ‘atletas’, buscando o melhor desempenho dentro das ‘quatro linhas de campo’.

Assim, a melhor opção para vestir a camisa da Seleção Afresp, entre 2015 e 2017, é o time formado pelos craques da Chapa 2 “GerAções”, com talentos que reúnem experiência e capacidade de inovação.

Leia também:

Eleições Afresp: O debate e o desgaste

[Charge] Eleições Afresp

ENTREVISTA COM OS CANDIDATOS:

novembro 9, 2014

Presidente do TJ quer reajuste à alimentação dos magistrados

A recomposição é dada em função das perdas inflacionárias

Mesmo com uma média salarial de R$ 50 mil mensais, os magistrados de Mato Grosso terão um aumento de 5,9% em um dos benefícios que recebem, o auxílio-alimentação. O valor vai passar de R$ 475 para R$ 503. A proposta é do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Orlando Perri, e entrará em vigor a partir de 1º de dezembro.

Os magistrados mato-grossenses além dos altos salários, também têm direito às chamadas “vantagens eventuais”, assim como as indenizações. São as gratificações que chegam a até R$ 70 mil, referente  a serviço extraordinário, substituição, pagamentos retroativos, etc.

As indenizações, por sua vez, eram de R$ 11 mil, mas agora inclui o auxílio-alimentação. Há também auxílio pré-escolar, saúde, natalidade, moradia, além de ajudas de custo. O auxílio-moradia, por exemplo, é recebido por todos e não leva em consideração se o magistrado trabalha em sua cidade residencial ou se foi deslocado. O benefício corresponde a 30% do subsídio, equivalendo a aproximadamente R$ 7 mil […] Saiba mais

Ainda, sobre o auxílio-moradia… presidente do TJ SP diz que a população precisa entender…

Leia também:

Juiz abre mão do auxílio-moradia

Juízes aposentados vão receber auxílio-alimentação

Remuneração dos magistrados paulistas