Previdência complementar do servidor é aprovada

Apesar da pressão dos servidores públicos federais, foram 318 votos a favor, 134 contra e duas abstenções, em votação atípica, que uniu PT e PSDB, de um lado, e PSOL e DEM, de outro. Nesta quarta-feira, deputados devem discutir os destaques ao projeto. A principal polêmica é em relação ao número de fundos que será criado. O projeto aprovado prevê um para cada poder: Executivo, Legislativo e Judiciário, mas há partidos que defendem um fundo único.

O presidente do PSOL, deputado Ivan Valente (SP), disse que não existe rombo da previdência e que o governo manipulou os dados para justificar a medida:

Isso chama-se privatização da previdência pública

Nas galerias, os servidores manifestaram seu desagrado com a posição do PT, partido que apóiam historicamente. “Você pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão”, cantaram, em coro. […] Leia mais

Leia também: S.Paulo aprova nova aposentadoria do servidor público

PARTICIPE, deixando sua opinião sobre o post:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: